O mundo subjetivo

Cada ser humano vê o mundo a sua própria maneira. Essa maneira irá se configurar de acordo como se constituem as relações parentais, o laço inaugural, as leis da linguagem, o meio. Essas relações deixam escritas. Narrativas que vão compor cada história individual, cada subjetividade. Tudo o que foi vivido ficará armazenado. Mas nem sempre disponível. Estar disponível, é estar ao nível da consciência, se possível, nas condições de representações. A maioria das vivências se encontrarão armazenadas como forma de traços mnêmicos, na memória, nos afetos idiogênicos, no inconsciente. Na marca da linguagem. Na falta que possibilita o movimento. Com…

O sentido da razão – Uma resenha sobre S. Freud e a Teoria Psicanalítica

De um espírito investigativo e uma capacidade de articular conhecimentos surpreendente, o estudioso S. Freud trouxe o desenvolvimento e estruturação como método, do que chamou de Teoria Psicanalítica. Assim, a investigação do sofrimento mental ganhou um novo instrumento.